WhatsApp pode voltar a ser bloqueado no Brasil, afirma delegado

O aplicativo WhatsApp pode voltar a ser bloqueado no Brasil, conforme informou o delegado Fabiano Barbeiro nesta quarta-feira (2).

A revelação foi feita durante entrevista à Rádio Câmara. O motivo da nova suspensão seria a falta de cooperação da empresa numa investigação que envolve o Primeiro Comando da Capital (PCC). O delegado foi responsável por solicitar o bloqueio do WhatsApp no Brasil no final do ano passado

A polícia vem solicitando a quebra de sigilo do WhatsApp para fornecer informações sobre o caso desde julho de 2015. A empresa já foi notificada e multada pelo descumprimento e, em dezembro de 2015, o Ministério Público ordenou o bloqueio dos serviços no país por 48h.

Em conversa com a Rádio Câmara, um representante do WhatsApp justificou a falta de cooperação da empresa argumentando que, como os dados trocados pelo aplicativo são criptografados, o WhatsApp não teria como fornecer as informações solicitadas pelos investigadores.

O delegado, no entanto, não considera essa justificativa plausível. Ele afirmou que quando um usuário recebe uma mensagem e não visualiza, ela fica armazenada no sistema – isso provaria que o WhatsApp possui dispositivos de armazenamento.

Você pode gostar também

Tecnologia

Cobertura 4G já chega a mais de 90% dos municípios, diz associação

O acesso às redes de telefonia móvel com a tecnologia 4G já está presente em mais de 90% dos municípios brasileiros. É o que mostra balanço apresentado hoje (19) pela

Tecnologia

Itália cria robô doméstico que pode até passear com cachorro

O Instituto Italiano de Tecnologia (IIT) produziu o primeiro robô para realizar trabalhos domésticos. Batizado como R1 – o humanoide pessoal, o projeto poderá ser comercializado a partir de 2017.

Tecnologia

Bradesco lança Poupa Troco para incentivar o hábito de poupar

Com objetivo de estimular o hábito de poupar e a formação da poupança no Brasil, o Bradesco lança nesta semana o Poupa Troco Bradesco. Trata-se de um serviço inédito no

Deixe seu comentário