Alemanha deve pedir exame a quem retorna de países de alto risco

Alemanha deve pedir exame a quem retorna de países de alto risco

A Alemanha anunciou nessa segunda-feira (27) que pretende exigir exames de detecção do novo coronavírus de turistas que voltam de países de alto risco. O objetivo é desacelerar a disseminação de infecções, agora que a temporada de verão está em alta.

O anúncio foi feito pouco depois de uma decisão do Reino Unido, de reativar uma exigência de quarentena de viajantes da Espanha, o que causou transtornos à tão alardeada reabertura da Europa para o período de férias.

Como o número de infecções está aumentando, agora que as viagens estão sendo retomadas depois de meses de isolamento, o receio da possibilidade de uma segunda onda de infecções do novo coronavírus levou a Alemanha a planejar que as pessoas passem por exames.

“Temos que impedir os que retornam de infectar involuntariamente outros e provocar novas cadeias de infecção”, tuitou o ministro da Saúde, Jens Spahn.

A Alemanha relacionou 130 países de alto risco, entre eles a Turquia, o Egito e os Estados Unidos.

O chefe de gabinete da chanceler Angela Merkel já havia dito que seria mais difícil recuperar o terreno perdido mais tarde. “Todas os indícios que temos são de que é mais fácil manter os números de infecções baixos no verão do que no outono ou no inverno”, disse ele aos repórteres.

A medida é uma vitória para o premiê do estado da Baviera, Markus Soeder, que havia alertado que viajantes de retorno poderiam causar muitos mini-Ischgls – uma referência à estância de esqui austríaca que foi a fonte de alguns dos primeiros casos da Alemanha.

Soeder, visto como um candidato à sucessão de Merkel, havia dito aos repórteres que a Baviera está pronta para iniciar exames em aeroportos assim que o governo federal providenciar a base legal.

Previous Limeira registra mais duas mortes em decorrência do coronavírus
Next Covid-19: Brasil registra 614 mortes e mais 23.284 casos em 24h

You might also like

Mundo

OMS diz que América do Sul ainda não atingiu pico da epidemia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta segunda-feira (1º) que a América do Sul ainda não chegou ao pico da epidemia do novo coronavírus, inclusive no Brasil, e não

Mundo

Preços de petróleo sobem após crescimento abaixo do esperado nos EUA

Os preços do petróleo avançaram nesta quarta-feira (29) , após os estoques nos Estados Unidos terem registrado crescimento abaixo do esperado e com uma queda nos estoques de gasolina, sendo

Mundo

Facebook remove postagem de Trump por desinformação sobre covid-19

O Facebook removeu nessa quarta-feira (5) vídeo postado pelo presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, no qual ele dizia que as crianças são “quase imunes” à covid-19. A empresa

Mundo

Alemanha anuncia afrouxamento gradual no controle de fronteiras

A Alemanha começará a afrouxar alguns dos controles de fronteira introduzidos para reduzir a propagação do novo coronavírus a partir de sábado (, visando ter o fluxo de viagem para

Mundo

Número de infectados na China pode ser 4 vezes maior que o oficial

Mais de 232 mil pessoas podem ter sido infectadas na primeira fase de contágio pelo novo coronavírus na China continental, número quatro vezes superior ao divulgado pelas autoridades à época.

Mundo

França registra 13 mortes, número mais baixo desde confinamento

O número oficial de mortos na França por covid-19 caiu hoje (7) para 13, o menor registo diário desde o início do confinamento, em meados de março, confirmando ainda a